Curta nossa pagina no Facebook. Basta clicar no botão abaixo

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

Prodigio - Fim do meu Mundo (Letra/Lyric)

Prodigio - Fim do meu Mundo (Letra/Lyric)
Quando eu deixar que me digam como fazer isso
eu deixo de fazer isso, porque meu compromisso
é com esses putos que eu acredito que nasceram para isso
não é tipo que a bue de opcoes nao é tipo que a bue serviço la no hood
governantes nos ignoram sem motivos 
vendem mais pilas dia seguinte duque preservativos
mas quadras dos hospitais aonde ja se viu isso
se fores do bairro tens plena nocão disso, 
se depende deles morriamos todos submissos
aqui nao acabar comida no prato é um disperdicio, 
por isso que eu não deixo que eles mudem o prodigio
eu sou a esperanca desses putos, meu rap é maciço,
 eu tenho duas bolas entre as pernas eu morro por isso
eu tenho duas balas nessa arma eu mato por isso
eles dizem que eu sou frustrado por acreditar nisso
uma mistura de sentimentos meu rap é mestiço
então não deixo que eles digam ao mais Bad 
Que ele esta erado por se sentir o mais bad ele tem direito de se sentir o mais bad
se tem um problema com o problema entao fuck everbody
não matem os Xuxus, não matem os Deezys, não matem os Motas, não matem os Emanachizes
Deezy a vossa geração nao precisa de inspiração precisa de um ganha pão
quando eu deixar que eles vos digam o contrario m
e chamem de otario, mas eu não sou otario, eu sou o puto que mudou 
a historia das lendas eu sou lendario
Paulo Flores 15 anos antes do bolo de aniversario,
incoviniente eu sou o mal necessario
se eles querem guera eu queimo toda roupa meu puto eu juro que eu so vou por armas no armario
Parem de roubar o nosso salario 
quando eu deixar que alguem que eu não conheça me faça a cabeça com conversa controversa
ja perdi uma peça se eu mudar com conversa não perdi a conversa eu perdi a cabeça
eu sou o nigga que no meio da multidão todos vestidos de branco eu tou de preto
yeye fuck you ya,mano eu sigo rebanhos eu nao sou ovelha antes de mandares pedras para qui tceka bem a sua telha
não quero ser como voces eu não sou como voces a unica coisa que temos em comum é que falamos portugues
eu sei que é carne que temos eu sei que é sangue temos mas quando morrermos as pessoas não vão sentir o mesmo
voces não me vendem sonhos eu tou lucido para entender a estupides desses manos eu tinha que ser estupido
eu não sou copia mano meu rap é unico eu sou proivado lembra que tu e que es publico
eu sou o que sou nao o que tu queres que eu seja porque eu ja erra quem sou antes de tu quereres que eu fosse aquilo que tu queres que eu seja
no dia em que voces tiverem certos por dizer um gajo esta errado por ser aquilo que um gajo é
eu vou preferir ser cego, surdo e mudo, porque no dia em que eu aceitar isso vai ser o dia do fim do meu mundo não o dia do fim do mundo mais o dia do fim do meu mundo

DIRETO 









Partilhe no Google Plus

Sobre Epmusicas

Site de Musica criado para divulgar a musica dos cantores africanos.